Vender mais no mercado livre: As vendas no mercado livre continuaram crescendo. Segundo a Nielsen, com mais de 23 milhões de compradores independentes, mais de 50 mil vendedores só no Brasil contam com a receita obtida por meio desse canal.

Devido ao excelente desempenho do site nas vendas do e-commerce brasileiro, muitos vendedores utilizam este canal para vender com exclusividade ou integrar com suas próprias lojas virtuais.

Considerando a competição acirrada e a necessidade constante de se diferenciar dos vendedores do Mercado Livre para promover as vendas, separamos técnicas avançadas neste artigo. Confira!

  • Vender mais no mercado livre: Avalie o preço e a localização

Em primeiro lugar, é necessário compreender que o fator preço é o fator determinante na classificação dos produtos apresentados nas pesquisas efetuadas no site pelos clientes. Portanto, pesquisas e preços competitivos devem ser feitos corretamente para garantir margens de lucro, mas manter um preço médio alto o suficiente para ter uma classificação elevada na pesquisa.

Também é importante considerar a localização nesta avaliação. Quando comerciantes e clientes têm um relacionamento próximo, o transporte é mais econômico. Portanto, os vendedores mineiros precisam de preços competitivos com os lojistas do mesmo estado, pois o consumidor identificará vantagens na análise do frete.

Portanto, embora possa ser vendido para todo o país, a comodidade das vendas regionais é maior devido aos custos de transporte.

  • Otimize a classificação do produto

O Mercado Livre possui mais de 2.800 categorias e subcategorias, o que exige um registro muito cuidadoso nesta fase. Os consumidores costumam usar filtros de categoria para pesquisar o que precisam. Isso provou que esses itens precisam ser adicionados corretamente.

Por outro lado, está o frete do Mercado Envios. O cálculo é baseado na categoria do produto e não no peso (muitas vezes nem mesmo é necessário). Portanto, o valor do frete para travesseiros incluídos na categoria “cama”, mas sem a subcategoria correta, será calculado da mesma forma que a cama, o que afeta diretamente o preço final e as vendas.

  • Vender mais no mercado livre: Invista em fotos de alta qualidade

No e-commerce, parece repetitivo falar sobre a qualidade das fotos, mas é vital e vital para as oportunidades de vendas. Além de imagens com boa resolução, os detalhes de fotografar os produtos também são muito importantes, principalmente aqueles que interferem na decisão de compra.

fotografia de produto

Por exemplo, em uma joalheria, é muito importante ver os detalhes da foto, como um determinado tipo de feixe de luz. Portanto, invista em várias imagens para cada projeto.

  • Vender mais no mercado livre: Use títulos estratégicos para produtos

O título do anúncio deve ser planejado estrategicamente para alcançar os melhores resultados. Inicialmente, você precisa realizar uma avaliação de SEO (search engine optimization), que visa entender como os consumidores procuram os produtos que você oferece.

Você pode usar ferramentas específicas, como Google Keyword Planner, SemRush ou Moz para identificar os termos. Portanto, o uso de informações de mercado pode proporcionar uma melhor experiência de compra e aumentar as chances de seus produtos serem descobertos.

  • Vender mais no mercado livre: Explique em detalhes

A qualidade das descrições dos produtos também afetará as decisões de compra dos consumidores. Com base nisso, invista em conteúdo muito detalhado, incluindo informações técnicas, tempo de envio, disponibilidade de cores, etc.

No Mercado Livre, a descrição deve estar em formato de texto, pois o site não aceita mais HTML neste campo. Para enriquecer essa etapa, acompanhe as dúvidas levantadas pelos consumidores e tente responder na descrição, e continue otimizando. Quanto mais informações, maior a chance de conversão e vendas.

  • Invista em mídia paga

O investimento em mídia paga é um dos diferenciais entre as lojas que ganham maior tráfego e vendas. Os varejistas podem optar por investir em links patrocinados no próprio Google por meio do Adwords. Isso também inclui o gerenciamento de atividades de marketing no Google Shopping, que é um canal de comércio eletrônico muito relevante.

Também é possível investir em publicidade paga no próprio Mercado Livre por meio de ferramentas:

  • Anúncios de produtos: incluindo anúncios de fotos exibidos na página da categoria principal, recomendações, produtos e listas de produtos na parte inferior da página;
  • Anúncios de texto: anúncios de texto puro exibidos na parte superior, lateral ou inferior da lista de produtos;
  • Display: Esses são anúncios mais caros, portanto, há mais espaço publicitário para exibir mais de um produto ao mesmo tempo na seção “obrigatória” do banner e da página inicial.

A escolha depende do orçamento disponível para investimento publicitário. Para controlar os resultados, a própria ferramenta disponibiliza relatórios para que você acompanhe quais soluções apresentam o maior retorno.

  • Garanta a experiência do cliente

Proporcionar uma experiência de compra satisfatória é essencial, inclusive permitindo que a loja seja mais bem avaliada e ganhe certa reputação no mercado livre. Atualmente, a reputação na plataforma depende de padrões como qualidade e vendas. Ambos os aspectos dependem de um bom atendimento ao cliente.

Para ter uma boa experiência, certifique-se de que a entrega está dentro do prazo e sem problemas, pois quanto mais acertadas as vendas, maior será a classificação do vendedor, o que trará mais credibilidade aos demais consumidores.

  • Avalie os prós e contras da fabricação e revenda

Muitos lojistas questionam se é melhor revender ou fabricar produtos para venda. Cada opção possui vantagens e desvantagens que devem ser avaliadas. No entanto, o exemplo de vendedores de sucesso mostra que, se os produtos vendidos forem relevantes para uma parte do público, ambas as abordagens podem gerar retornos.

Os benefícios da fabricação interna incluem a capacidade de identificar produtos exclusivos a partir de análises de mercado e melhor controle de qualidade, marca e preço. A desvantagem é a baixa escalabilidade, portfólio de produtos limitado e alto investimento de tempo.

Já em termos de revenda, a vantagem está relacionada à utilização de produtos que já ocupam o mercado e possuem notoriedade de marca. Fatores como gerenciamento de estoque, competição acirrada e preços incontroláveis são as desvantagens desta opção.

É importante que, independentemente da escolha, o varejista avalie se o produto que pretende vender tem público e como atraí-lo para a loja.

  • Vender mais no mercado livre: Siga as tendências de vendas do Mercado Livre

Para as vendas pela Internet, o empresário deve estar sempre informado sobre as últimas novidades de sua área de negócios, o que é fundamental. Portanto, acompanhe quais nichos de mercado têm obtido melhores resultados no mercado e quais tendências são determinadas pelo próprio Mercado Livre.

Se você já está vendendo na plataforma, use essas informações para expandir seu portfólio de produtos, sempre considerando produtos que complementem os produtos que você vende e afetem o mesmo público-alvo.

Seguindo essas técnicas avançadas, seu potencial de vendas no Mercado Livre será maior e adotará estratégias e práticas confiáveis para atrair e reter clientes, o que afetará diretamente seus resultados.

Vender mais no mercado livre: Como conseguir?

Não existe segredo ou fórmula mágica para aumentar as vendas do Mercado Livre. O bom resultado é como você gerenciará seu perfil de vendedor no mercado e como estabelecerá contato com seus clientes.

Por se tratar de um canal de vendas muito competitivo, você deve entender todos os métodos que o ajudarão a se destacar da concorrência. Pensando nisso sete dicas de ouro para que você comece a vender mais produtos no Mercado Livre. Confira abaixo.

  • Escreva o título

Para entender a importância dos títulos de anúncios de uma vez por todas, vejamos um exemplo prático. Por favor, olhe os seguintes títulos:

A única informação do título é “Apple iPhone 12”. Embora permita que o público entenda o produto, não é suficiente. Idealmente, o próprio título deve dizer exatamente o que você está fornecendo; dessa forma, quando uma pessoa faz uma pesquisa, ela não precisa ir até a página do produto para descobrir se é interessante.

Se o título do seu produto não fornecer informações, você corre o risco de que os usuários não acessem sua publicação ou mesmo a vejam, mas se não for o que desejam, eles ficarão frustrados rapidamente.

Nesse sentido, neste caso, seria preferível que o título mencionasse que o produto se encontra em bom estado e acompanha todos os acessórios, nomeadamente a operadora telefónica correspondente e alguns dados técnicos, como a quantidade de espaço de armazenamento disponível. Pode ser: “Apple iPhone 12 Pro Max (128 GB) selado, incluindo cabo do carregador”.

  • Descreva cuidadosamente

A descrição é o espaço onde você deve passar todas as informações sobre o produto para atrair potenciais compradores. No entanto, a honestidade é essencial. Se o item tiver características específicas, como detalhes de fábrica ou defeitos de uso, indique claramente.

Na preparação de uma publicação, recomenda-se não utilizar imagens com texto impresso, mas sim a opção “somente texto”, pois isso fará com que o carregamento da página seja mais rápido e com melhor visualização em dispositivos móveis. Quanto mais simples for o texto, mais claro, melhor.

Evite também copiar o conteúdo de outras publicações, pois isso danificará sua conta no site e poderá ser punido.

  • Tire fotos de seus produtos

A primeira coisa que as pessoas que encontrarem seu produto no Mercado Livre verão são fotos. Para chamar a atenção e construir a confiança de que precisam para comprar, é essencial tirar fotos de alta qualidade.

Aproveite ao máximo o espaço: certifique-se de que a moldura do produto não seja cortada e evite outros objetos que obstruam a visão;

  • Mantenha a imagem “limpa”: não adicione bordas, logotipos ou texto promocional nas fotos;
  • Preste atenção à iluminação: use uma fonte de luz branca e um fundo claro. Evite o flash tanto quanto possível, pois ele produzirá luz direta muito artificial no produto;
  • Conter várias fotos do mesmo produto: experimente diferentes ângulos e aproveite para mostrar detalhes interessantes;
  • Use fotos grandes: para permitir que os compradores do mercado livre ampliem, é recomendável que a imagem tenha pelo menos 800 x 600 pixels. Se você postar várias fotos, certifique-se de que sejam do mesmo tamanho;
  • Gerencie seu tempo: Se você está com pressa ou se esquece de ajustar todos os detalhes, será difícil tirar boas fotos. Procure se organizar para poder dedicar o tempo necessário a essa tarefa.
  • Aproveite ao máximo a publicidade de moda

Se você deseja publicar produtos de vestuário, especifique a cor, o tamanho e a quantidade de cada produto. Dessa forma, os compradores obterão mais informações disponíveis (o que poupará muitos problemas) e seu estoque será atualizado a cada compra.

Além disso, tente anexar uma foto para cada mudança de cor e descreva o máximo possível desses trabalhos, incluindo o tamanho, o tipo de textura (por exemplo, se houver alguma impressão) e os materiais com os quais foram feitos.

  • Fornece frete grátis

Frete grátis é um grande incentivo para atrair compradores para a publicação do Mercado Livre. Ao utilizar o Mercado Envios para envio de produtos e envio grátis, eles aparecerão em posição de destaque no site, terão maior visibilidade e aumentarão suas oportunidades de vendas.

No entanto, tome cuidado para não prejudicar seus lucros. Toda e qualquer promoção deve ser do interesse dos consumidores e lucrativa para o seu negócio.

  • Gerar vendas

Com o aumento das vendas do produto, o Mercado Livre passou a exibi-lo com mais frequência aos visitantes. Isso porque a plataforma entende que o projeto tem maior relevância e maiores oportunidades de vendas.

Com isso em mente, você pode otimizar seus anúncios para ajudá-lo a aumentar as vendas. Por exemplo, se você vende camisetas em várias cores, crie um anúncio intitulado “Camiseta multicolorida” e permita que os clientes escolham a cor que desejam no anúncio.

Com isso, as vendas estarão concentradas no mesmo anúncio, aumentando sua relevância. Portanto, ele será destacado para os usuários que visitarem o site.

  • Fornecer um bom atendimento ao cliente

Por último, mas não menos importante, devemos tratar o atendimento ao cliente como uma técnica de vendas. Portanto, pense nisso, os consumidores na Internet têm muitas opções. Quando falamos de mercado, é preciso saber que ele encontra facilmente produtos semelhantes aos seus.

atendimento ao cliente

Portanto, além dos produtos, as vendas também são uma experiência positiva. Mantenha uma comunicação cordial com seus clientes e notifique-os sobre quaisquer atualizações no pedido.

Responda às perguntas do comprador da forma mais rápida e clara possível. Isso permitirá que eles esclareçam suas dúvidas e tomem uma decisão de compra com mais rapidez.

Além disso, qualifique seus revendedores e peça que façam o mesmo. Quanto mais pontos você ganha, melhor sua reputação no site e seu posicionamento de anúncio.

Conclusão: Vender mais no mercado livre

Então, ao vender no Mercado Livre, pagar por publicações mais caras não é a única forma de ganhar maior visibilidade entre os concorrentes. Ao investir tempo e criatividade, você pode fazer seu produto se destacar e tornar sua presença no site mais efetiva.

Portanto, também vale a pena criar sua própria loja online para expandir a influência de sua marca. Então, a plataforma SAP se integra ao Mercado Livre, permitindo que você mantenha seu estoque sincronizado entre os dois canais.